Sven-Goran Eriksson tem diagnóstico de câncer de pâncreas – 11/01/2024 – Esporte

0
27


Sven-Goran Erisksson, ex-técnico da Inglaterra, disse ter recebido diagnóstico de câncer de pâncreas. Segundo ele, resta-lhe um ano de vida no “melhor cenário possível”.

O sueco de 75 anos liderou a Inglaterra na Copa do Mundo em 2002 e em 2006, perdendo nas quartas de final em ambas as ocasiões. No Japão, a queda foi diante da seleção brasileira, com gols de Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho.

Em fevereiro do ano passado, Eriksson deixou seu cargo no clube sueco Karlstad devido a problemas de saúde.

“Todos podem ver que tenho uma doença que não é boa, e todos supõem que é câncer, e é. Mas tenho que lutar o máximo possível”, disse Eriksson, em entrevista à rádio sueca P1.

“Sei que no melhor caso é cerca de um ano; no pior caso, até menos”, disse ele, de acordo com uma transcrição no site da P1. “Não acredito que os médicos que tenho possam ter certeza total, eles não podem marcar uma data.”

Eriksson disse que está tentando não pensar em sua doença: “Você tem que enganar seu cérebro. Eu poderia ficar pensando nisso o tempo todo e ficar em casa e ser infeliz e pensar que sou azarado e assim por diante.”

“É fácil acabar nessa posição. Mas não, veja os lados positivos das coisas e não se afunde em contratempos, porque este é o maior de todos, é claro. Isso simplesmente veio do nada. E isso choca”, acrescentou Eriksson.

“Não estou sentindo muita dor. Mas foi diagnosticada uma doença que você pode retardar, mas não pode operar. Então é o que é.”

Eriksson começou sua carreira no Degerfors IF, da Suécia, antes de assumir o comando do Benfica em um período de grande sucesso entre 1982 e 1984.

Ele também conquistou títulos por AS Roma, Sampdoria e Lazio antes de se tornar o primeiro treinador estrangeiro da Inglaterra, em 2001.

Apesar de perder apenas cinco jogos oficiais, o tempo de Eriksson na Inglaterra foi uma montanha-russa, com algumas performances excelentes em campo acompanhadas de escândalos fora dele.

Sua equipe da Inglaterra foi considerada uma geração de ouro, com jogadores de destaque como David Beckham, Steven Gerrard, Frank Lampard e Wayne Rooney, mas não conseguiu conquistar nenhum grande título.

Além das duas quartas de final da Copa do Mundo, a Inglaterra também chegou às quartas de final da Eurocopa em 2004, com derrota nos pênaltis para Portugal.

O sueco ocupou as manchetes após um caso com Faria Alam, ex-secretária da FA (federação inglesa de futebol), foi pego na infame armadilha do “Fake Sheikh”, quando o repórter de um jornal sensacionalista se passou por um rico investidor árabe.

Após deixar a Inglaterra em 2006, Eriksson treinou uma série de equipes, incluindo Manchester City, seleção do México e Leicester City.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here