Quanta eletricidade é consumida no Sporting vs. Porto de segunda-feira? – Green Savers

0
29


Nesta segunda-feira, dia 18, o clássico entre o Sporting e o Porto poderá definir  o clube que irá passar o ano em 1.º lugar na tabela. Por assim o ser, a Selectra, especialista em tarifas de energia, realizou um estudo sobre o consumo de eletricidade de um jogo desta categoria. Os cálculos aqui apresentados baseiam-se em estimativas, uma vez que a sua exatidão não está disponível por
razões de segurança.

Qual a quantidade de energia necessária para um estádio de futebol receber um jogo desta categoria?

A Selectra estima que um estádio de competição médio consome até 25.000 kWh durante um jogo de
90 minutos. A energia utilizada durante essa hora e meia poderia alimentar mais de meia dúzia
de casas durante um ano inteiro, de acordo com a Pordata.

O consumo de energia nos estádios varia consoante a estação do ano. Também devido às estritas
indicações no que toca à iluminação, o relvado tem de ter uma iluminação uniforme, o que aumenta o
consumo de energia. A isto juntam-se os ecrãs gigantes e os de publicidade, que, em conjunto,
representam quase 40% do consumo total de energia durante um jogo.

Além disso, as cozinhas e os serviços de catering que aquecem os alimentos e mantém as bebidas
refrigeradas para cerca de 50.000 pessoas podem facilmente consumir mais de 20% do consumo total
de luz do estádio.

Noutro sentido, a transmissão do jogo em direto para os adeptos que ficam em casa também
requer vários elementos elétricos, como transmissores via satélite, inúmeras câmaras de alta
qualidade e computadores capazes de reproduzir tudo isto. Em conjunto, estes elementos
representam cerca de 11% do consumo total de energia. Quanto à potência necessária, estima-se
que a potência de um estádio deste tipo poderia iluminar uma cidade como Guimarães, Coimbra
ou Leiria.

E quanta energia é consumida ao ver o jogo em casa?

Embora o consumo de energia no estádio possa parecer incontrolável e incomparável com o gerado
pelos adeptos que optam por assistir o jogo em casa, esta opção também gera despesas de energia
significativas, especialmente se avaliadas de forma conjunta e não individual.

Se juntar os seus amigos para verem o jogo numa só casa, o consumo de energia poderá ser superior a
6kWh só por manter a casa com uma temperatura amena, ter a televisão ligada e fazer o frigorífico
funcionar mais intensamente enchendo-o de bebidas e alimentos, por exemplo.

Imaginemos, então, que junta sempre os mesmos 5 amigos durante todas as 34 jornadas da época
2023/2024: o aumento da sua fatura seria de 204kWh. Se os convidar para todas as eliminatórias da
Taça de Portugal e os jogos da Taça da Liga, o consumo irá ascender para 294kWh.

“Desengane-se ao pensar que consome menos energia em casa. Embora possa parecer o contrário,
um adepto que fique em casa a ver o jogo será cerca de 140% menos eficiente do que aquele que vê o
jogo no estádio”, conclui a Selectra.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here