Porto: em 2024, estratégia é diversificar receita, investir na experiência do cliente e nos corretores de seguros

0
32


Roberto Santos, deixa o cargo de CEO da Porto e o bastão para Paulo Kaknoff a partir de 2024, como anunciado em maio deste ano. Roberto Santos ingressou no grupo como diretor presidente da Azul Seguros em novembro de 2003, assumindo a presidência da Porto em 2018, tendo conduzido a companhia neste período de grandes desafios, mudanças e de conquistas marcantes.

Santos passará a ocupar uma cadeira no Conselho de Administração. Também segue na função de presidente do Conselho Diretor da CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização), até o final do mandato, em 2025.

Leia abaixo os principais trechos da entrevista concedida ao Sonho Seguro.

2023 foi um ano e tanto para a Porto no tocante ao lucro.  No acumulado dos primeiros nove meses do ano, de janeiro a setembro de 2023, a companhia atingiu R$ 1,6 bilhão, um aumento de 180,3% frente ao mesmo intervalo de 2022. 

Sim, realmente foi. As melhoras dos indicadores em cada vertical – que impacta o resultado da companhia – podem ser justificados por alguns pontos: 

· Seguros: os resultados da vertical Porto Seguro foram impulsionados pelo seguro Auto, explicado pelo incremento de carros na frota, decorrente do aumento das vendas, e pelas adequações na precificação. Os seguros de Ramos Elementares avançaram também, com destaque para o Empresarial, Residencial e Celulares. Além disso, outro destaque é o segmento de Vida.

Trazendo os números do terceiro trimestre de 2023, os prêmios cresceram 8,6% (vs. 3T22) e os prêmios acumulados avançaram 15,1% (vs. 9M22). No Auto, os prêmios do 3T23 aumentaram 7,3%, com incremento de mais de 200 mil veículos na frota (vs. 3T22), que atingiu 5,9 milhões de carros segurados (+3,7% vs. 3T22) ao final do período. Os prêmios dos seguros Patrimoniais expandiram 16,4%, explicado principalmente pelo forte crescimento dos seguros Residenciais, (+25,6% vs. 3T22) r pela manutenção do alto crescimento dos seguros Empresariais (+20,2% vs. 3T22). O seguro de Vida registrou aumento de 12,2% no período (vs. 3T22), alavancado em maior parte pela expansão dos seguros de Vida Individual e Viagem.  A vertical encerrou o trimestre com 13,7 milhões de itens/vidas vigentes, com destaque para o incremento de 610 mil clientes no seguro de vida e de mais de 200 mil veículos segurados no período.

O Índice Combinado da Vertical Seguros melhorou significativamente, atingindo 84,0% (-12,6 p.p. vs. 3T22), explicado principalmente pela redução na sinistralidade do Auto, decorrente do aprimoramento na subscrição de riscos, aumento no controle de sinistros, recomposição tarifária e evolução mais favorável no preço dos carros exemplificado pela redução no valor de tabela FIPE, diminuindo a pressão sobre os custos dos sinistros.

· Bank: Parte dos resultados positivos da vertical foram dados pelo crescimento nas receitas de Consórcio e para o incremento de novos negócios. Além disso, a inadimplência acima de 90 dias teve redução, encerrando o 3º trimestre com 7,4%, diminuindo 0,1 p.p v.s. 3T22 e abaixo da média de mercado. O foco na gestão de risco e melhor qualidade da carteira de crédito também impactaram positivamente os resultados. 

· Saúde: A vertical chegou a 510 mil beneficiários pelo país no terceiro trimestre de 2023 (+23,5% vs 3T22), o que representa 12 trimestres consecutivos de crescimento em vidas. O aumento foi de 97 mil vidas em relação ao 3T22 e 48 mil vidas em relação ao trimestre imediatamente anterior, sendo o maior crescimento percentual de vidas no seguro saúde na série histórica recente. O resultado é consequência das iniciativas de adequação tarifária, ações para redução de fraudes e melhoria na subscrição de riscos aplicados pela vertical. Com uma sinistralidade em torno de 80%, a Porto Saúde retornou a patamares muito semelhantes a níveis pré-pandemia mais rápido do que a média de mercado.

O que mais destaca de positivo em 2023?  

A companhia registrou a marca de 15,8 milhões de consumidores de seus produtos e serviços no terceiro trimestre, com avanço na expansão orgânica dos negócios e incorporação dos clientes da CDF. Vou dividir em tópicos.

Retorno para a sociedade: dentro do segmento de Seguros, Previdência, Saúde e Capitalização, o retorno da Companhia para a sociedade no 9M23 foi de aproximadamente R$ 12 bilhões entre indenizações de sinistros, pagamentos de benefícios de Previdência e pagamento de resgates de Capitalização. Além das indenizações financeiras, nos primeiros nove meses de 2023 a Porto prestou 4,6 milhões de atendimentos para as casas e veículos de seus clientes (serviços como troca de baterias, troca de pneus, remoção de veículos, conserto de encanamento, chaveiro, reparo de eletrodomésticos, dentre outros). 

Plataforma de comunicação: Para ganho de visibilidade de nossos principais atributos de vendas, investimos em mídia out of home, com atualização, em tempo real, do número de clientes beneficiados pelos serviços da Porto. Criamos nosso hub de histórias reais para compartilharmos as experiências dos nossos clientes e colaboradores, tangibilizando o impacto das entregas na vida das pessoas com a plataforma Todo Cuidado é Porto. A campanha chegou à Times Square, estampando nossa marca em um dos principais pontos turísticos do mundo. Com isso, tornamos a nossa marca visível para mais de 123 milhões de pessoas.

Plataforma de ativação: Alinhados à estratégia de fortalecer a marca Porto e alavancar o crescimento das verticais de negócios Porto Bank, Porto Seguro e Porto Saúde, ativamos mais de 50 mil pessoas e levamos 400 corretores de todo o Brasil que fecharam negócios nas três verticais para o The Town, maior festival de música, cultura e arte da América Latina. Seguindo com o objetivo de aproximar a marca do público, a Porto foi pelo segundo ano consecutivo a founding partner do Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1. A arquibancada exclusiva no evento recebeu um público de 4 mil pessoas por dia com ativações, shows e a primeira roda gigante da história do GP. Os ingressos, colocados à venda em agosto, esgotaram em menos de 1 hora. Para ampliar ainda mais sua presença no evento, a Porto ainda distribuiu 70 mil bonés personalizados para todo o público do autódromo. O acessório, que se tornou objeto de desejo dos fãs presentes em Interlagos, traz as assinaturas do time de sete pilotos de diferentes categorias do automobilismo apoiados pela marca. A empresa também reforçou seu patrocínio global com a escuderia Aston Martin F1™ Team.

ASG: Durante o período, também tivemos impulsionamento de ações ASG, Diversidade e Inclusão, com programas como “Descarte Sustentável” em seguros patrimoniais, iniciativas como a Temporada de Sustentabilidade, com processos de aprendizagem para a divulgação de conteúdos como: os meios de participação ativa na melhoria do entorno, orientações sobre a coleta seletiva, boas práticas de impressão e descartes de eletrônicos, totalizando em torno de 1 723 no alcance de participações, além do aumento da frota elétrica. Tivemos também ações voltadas à liderança feminina – Lidera -, e prêmios conquistados como GPTW, Top of Mind e Melhores do ESG.  

Reconhecimentos: Cabe destacar ainda que a Porto foi reconhecida como a marca  mais lembrada pelos brasileiros, na categoria seguros no prêmio Folha Top of Mind. Também foi eleita, pelo segundo ano consecutivo, uma das dez melhores empresas para trabalhar pelo ranking do GTPW – Great Place to Work, na categoria de maiores empresas. As conquistas reforçam a essência da companhia de ser cada vez mais um porto seguro para as pessoas e seus sonhos. A empresa também foi eleita a 16ª marca mais valiosa do país pela Interbrand e esteve no 1º lugar do ranking de melhores serviços do Estadão pela sexta vez consecutiva. 

E qual a maior preocupação com 2024? 

Existem diversas situações que merecem o nosso olhar atento. Os cenários desafiadores, que podem impactar algumas das nossas áreas de atuação, como o cenário de crédito, por exemplo, fazem parte do negócio. Para isso, é importante trabalhar eficiência e visão única do cliente. Buscamos continuar evoluindo as nossas soluções e jornadas para que mais pessoas tenham acesso a produtos e serviços de qualidade, e estar presente em todos os momentos de vida do cliente. Temos espaço para evoluir dentro do que chamamos de “aquário”, que é explorar oportunidades dentro da nossa base de clientes. O movimento de reestruturação da companhia em verticais de negócios tem contribuído para posicionar a Porto como um ecossistema de produtos e serviços e nossa aposta é continuar dando autonomia e reforçando o potencial de crescimento de cada segmento de negócios. Estamos muito orgulhosos dos resultados e das relações que temos com nossos corretores, colaboradores, consumidores, investidores e prestadores. 

Em 2024, o ciclo de queda da Selic e uma concorrência ainda mais acirrada pelos consumidores e parceiros de negócios são dados certos. Quais as estratégias para manter o ganho em alta?  

A estratégia é diversificar receita, que nos permite navegar em momentos de incertezas, e seguir investindo em tecnologia, na experiência do cliente, no relacionamento com os corretores, e na qualidade dos serviços. Vamos continuar trabalhando para atender as necessidades dos nossos clientes e corretores – fiéis à nossa essência de ser um porto seguro para as pessoas e seus sonhos.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here