Filho de Benedito Gonçalves ostenta roupas de grife e vídeo viraliza

0
22


O empresário Felipe Brandão, filho do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), teve um vídeo gravado por um influenciador digital holandês que viralizou nas redes sociais no último final de semana. Ele posou ostentando roupas e objetos de grifes de alto valor durante uma viagem a Amsterdã com bens que somados, dependendo do local da compra e dos modelos, podem totalizar mais de R$ 1,2 milhão. O uso de marcas de grife não é ilegal ou irregular.

Brandão passeava pelas ruas da capital holandesa com uma mulher e uma criança quando foi parado por um influenciador local que pediu para gravá-lo descrevendo as peças de roupas e acessórios que vestiam (veja na íntegra).

Ele descreveu as peças como um relógio da marca
Richard Mille RM-011 que o autor do vídeo diz custar cerca de 200 mil Euros (R$
1 milhão), um par de tênis Nike em parceria com a Louis Vuitton, uma calça
Denim Tears, uma jaqueta Prada, pulseiras das joalherias Cartier e Van Cleef e
uma mochila Dior, além de um iPhone que aparenta ser de última geração.

Já as pessoas que o acompanhavam usavam roupas de grifes também Cartier e Van Cleef e da The North Face, conhecida por roupas de alto valor adequadas ao frio extremo.

Felipe Brandão se apresenta no vídeo como empresário de compra e venda de relógios de luxo no Rio de Janeiro. Em seu perfil pessoal no Instagram, diz ser um entusiasta de relógios, estilo de vida, negócios envolvendo tênis e embaixador de uma marca virtual de venda de roupas e acessórios.

“Eu não sou um homem de negócios. Eu sou o
negócio, cara”, diz a descrição dele na rede social. Brandão tem 11 mil
seguidores no Instagram, mas o perfil está fechado para quem não o segue.

No entanto, no vídeo publicado no Tik Tok, o influenciador holandês exibiu uma reprodução do perfil de Brandão em que é possível vê-lo posando em frente a um carro esportivo de luxo, com uma bolsa de grife e visitando locais como Paris, Dubai, Punta Cana, Carmel e Miami, nos Estados Unidos.

Ministro Benedito Gonçalves

Gonçalves foi o relator do processo contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o tornou inelegível por oito anos, em novembro do ano passado. No TSE, a atuação do ministro, que é próximo de Lula, foi marcada principalmente pelo antagonismo a Bolsonaro e apoiadores. Durante a cerimônia de diplomação do petista como presidente da República, no ano passado, Gonçalves gerou polêmica por ter cochichado no ouvido do presidente da Corte eleitoral, o ministro Alexandre de Moraes, sem se importar com os microfones: “Missão dada é missão cumprida”.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here