Comunismo não tem a menor graça

0
27


Para o ministro Barroso, presidente do STF, não há vestígio de comunismo no Brasil. “Comunismo é um modo de organização política e econômica fundado na propriedade coletiva dos meios de produção, em uma economia planificada, na abolição da propriedade privada (dos meios de produção). E, numa fase intermediária conhecida como ‘ditadura do proletariado’, que antecede a abolição final do Estado. Essa é a doutrina baseada no pensamento de Friedrich Engels e Karl Marx”, comentou o ministro recentemente.

Em seguida, o ministro falou a diferença com o modelo que vigora no Brasil atual. “No Brasil vigora a livre iniciativa, a economia de mercado, a meticulosa proteção da propriedade privada na Constituição e no Código Civil, e não existe vestígio de ditadura do proletariado”, acrescentou Barroso.

Já o ministro Alexandre de Moraes disse pouco depois que “o comunismo dá Ibope”, ao criticar a disseminação de notícias falsas nas redes sociais. “É impressionante como o comunismo dá Ibope, né? Já que 99% das pessoas que falam nem sabem o que é comunismo. Aqueles que sabem, sabem que não existe mais comunismo, a China é comunista, né? É mais capitalista que nós. O Putin é o rei do comunismo, mas você fala em comunismo, principalmente para pessoas mais velhas, é um negócio… Por que você é contra? Porque vão instalar o comunismo no Brasil. Não importa que nenhuma televisão dê isso”, afirmou Moraes.

O comunismo como utopia não existe na prática e nunca vai existir, mas o comunismo como um processo de concentração de poder numa casta coletivista existe, e sempre trouxe resultados nefastos. Lula disse que não se importa de ser chamado de comunista, pois isso é algo bom, que tem orgulho de ser. Flavio Dino disse que é comunista graças a Deus. E Lula agora disse que haverá um comunista no STF pela primeira vez (ignorando talvez Edson Fachin, simpatizante do MST).

O grupo Globo chamou de “brincadeira”, mas Lula não falou em tom de piada. Muito pelo contrário! Lula está passando recado para as bases da esquerda radical que sonha com o comunismo no país faz tempo. Lula fundou o Foro de SP com Fidel Castro, ditador comunista, para “resgatar na América Latina o que se perdeu no Leste Europeu”, i.e., o comunismo. A Venezuela é o experimento mais avançado. Uma ditadura comunista na prática.

O Brasil avança a passos largos rumo ao mesmo destino. Com a ajuda suprema dos que ridicularizam quem fala em ameaça comunista. O STF se transformou numa extensão do PT, com um grau de politização assustador. A chegada de Dino, o comunista, vai turbinar essa conduta. O Congresso se torna mais e mais irrelevante.

O PT decidiu que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal para tentar reverter a derrubada do veto do presidente Lula ao marco temporal de demarcação das terras indígenas. O partido pretende argumentar que a legislação aprovada por maioria no Congresso é inconstitucional e viola cláusulas pétreas da Constituição. Um bom exemplo de que a dobradinha Lula-STF pode dispensar o Parlamento. Se o STF decidir a favor do PT, isso é o fim da propriedade privada na prática no país.

Na madrugada desta sexta-feira, o ministro Alexandre de Moraes votou pela condenação de mais 29 réus acusados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de participação no atos do dia 8 de janeiro. As penas sugeridas pelo ministro variam de 14 a 17 anos de prisão, além de danos coletivos no valor de R$ 30 milhões. O ministro Alexandre vai atrás dos “financiadores” e dos “influenciadores” dos “atos antidemocráticos”. O Brasil já tem crime de opinião, culpa coletiva, censura, perseguição escancarada à direita. Sim, isso é comunismo. E não tem a menor graça.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here