Após depoimento de ex-namorada, polícia esclarece o caso

0
24


O youtuber PC Siqueira, de 37 anos, foi encontrado morto em seu apartamento na zona sul de São Paulo, na tarde desta quarta-feira. Em depoimento à polícia, a ex-namorada do apresentador, Maria Watanabe, que estava junto a ele no momento da morte, esclareceu o ocorrido. A informação foi revelada pelo portal Metrópoles e confirmada pelo GLOBO. O caso é investigado pelo 11º Distrito Policial (Santo Amaro).

Testemunha da ocorrência, a jovem, que havia terminado o relacionamento de aproximadamente um ano com o youtuber, prestou depoimento e relatou detalhes da tarde ao lado de PC, que tirou a própria vida. À noite, ela retornou ao apartamento acompanhada da polícia. Familiares do apresentador e um amigo também estavam presentes na visita. Sem falar com a imprensa, a jovem deixou o local por volta das 23h30, carregando algumas caixas com pertences.

Em um vídeo no youtube, publicado há uma semana, PC havia anunciado o fim do relacionamento e revelou estar lutando novamente contra um quadro depressivo. Na noite da véspera, Maria teria ido ao apartamento para os dois conversarem. Segundo os parentes, o casal teria consumido drogas.

Ao Metrópoles, a tia do youtuber, identificada como tia Lau, afirmou que ele fazia tratamento para a doença. “Ele era maravilhoso, tranquilo, carinhoso, mas com esse quadro depressivo, tinha até saído um pouco sobre isso na mídia. Isso estava deixando ele triste”, afirmou.

Em depoimento, a ex-namorada revelou que PC Siqueira morreu enquanto estavam juntos no apartamento e, ao perceber a tentativa, a mulher teria procurado ajuda de uma vizinha que chamou a polícia.

Em março deste ano, o youtuber havia sido encontrado desacordado em casa e foi socorrido por bombeiros. Na ocasião, ele agradeceu aos fãs pelo apoio e disse que estava se recuperando de uma tentativa de suicídio.

Paulistano de Guarulhos, Paulo Cezar Siqueira foi um dos pioneiros no país do videoblogue, em 2010, ao criar no YouTube o canal “maspoxavida”. Estrábico, de baixa estatura, magro e sempre com seus óculos de aros grossos, o menino que sofria bullying no colégio e se refugiou na adolescência nos videogames e nos quadrinhos, exorcizou seus traumas em vídeos bem-humorados e quase sempre polêmicos, que começou a publicar, com sucesso, na internet.

Irônico e ácido, PC se especilizou em provocar os religiosos (ateu confesso, leu a “Bíblia” com batatas fritas no nariz), e os fãs de astros pop como Justin Bieber e de filmes conhecidos, como os da saga “Crepúsculo”. Nerd com orgulho, ele cobriu seu corpo com tatuagens que traziam referências da cultura gamer, como o Pac-Man, imagens do jogo Space Invaders até um código utilizado no game “Doom”. “São coisas que fizeram parte da minha história”, dizia.

Graças a seus vídeos na internet, PC foi indicado ao Video Music Brasil da MTV em 2010, na categoria Web Star, e foi premiado nas categorias “Geek do Ano” e “WebCeleb” do prêmio Os Melhores da Websfera. Com a celebridade (que anos depois os chamados infleuencers teriam), ele foi convidado a ser garoto-propaganda de produtos eletrônicos.

Em março de 2011, PC Siqueira estreou um programa semanal de meia hora de duração na MTV Brasil intitulado PC na TV., em que apresentava reportagens e entrevistas. O programa foi cancelado em junho de 2013, juntamente com outras programas da emissora, que entrara em crise financeira. Em 2015, ele voltou à TV no programa Jorgecast, ao lado do youtuber Cauê Moura, na PlayTV. E em 2016, integrou o elenco do humorístico Caravana na TV, do canal TBS Brasil. Em 2019, PC participou do reality show “O Aprendiz” (Record), sendo demitido no episódio 11.

Sem esconder do seu público na internet o fato de que sofria de depressão, ansiedade e síndrome do pânico, em 2016 o youtuber lançou o livro “PC Siqueira está morto”, escrito em parceria com o jornalista Alexandre Matias. Com o subtítulo “Fragmentos de uma vida digital”, o volume era apresentado como um texto que oscilava entre a ficção e o real.

“O livro reúne transcrições de arquivos digitais e analógicos que podem (ou não) ter pertencido ao ex-VJ da MTV”, informava a orelha. “Nesses fragmentos, PC vive outras existências, revela episódios do seu passado, expõe seus medos e taras e brinca com os mitos que sempre cercaram sua personalidade polêmica.”

Em 10 de junho de 2020, PC Siqueira foi acusado de compartilhar fotos pornográficas de uma criança de 6 anos de idade. Uma conta anônima no Twitter divulgou gravações de tela de celular onde o vlogueiro conversava com um amigo não identificado e relatava a experiência. Antes de se iniciarem as investigações policiais, o apresentador acusou, no Instagram, que estava sendo vítima de fake news. Depois de prestar depoimento à polícia, ele desativou seu canal do YouTube, que tinha mais de 2 milhões de inscritos (meses depois, ele retomaria o canal).

Em 2021, a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, revelou não ter encontrado nenhuma evidência para incriminar PC Siqueira por pedofilia. A investigação estava sob segredo de justiça. Nessa época, ele chegou a pedir colaborações financeiras aos seguidores para alimentar-se e para cobrir os custos de uma cirurgia feita no quadril por causa de uma doença degenerativa rara.

Em nota enviada ao GLOBO, a Secretaria de Segurança de São Paulo afirma que “o caso segue sendo investigado pela 4ª Delegacia de Repressão à Pedofilia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até o momento, não houve indiciamento. Demais detalhes sobre o andamento da investigação serão preservados, devido ao sigilo decretado pela Justiça”.

Em março deste ano, PC Siqueira foi salvo por bombeiros de uma tentativa de suicídio. No dia seguinte, ele foi à internet se explicar. “Queridos amigos e inimigos: ontem tive um episódio de mania que saiu do controle, me expus e expus erroneamente minha parceira (de ameaçá-lo), e foi seguido de uma nova tentativa de suicídio. Fui resgatado pelo corpo de bombeiros e agradeço de coração a gentileza especial do sargento que me acompanhou. Estou bem e seguro. Maria (Watanabe, sua então namorada) também está bem e segura.”



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here